XP REBEL: a quebra da quarta parede em “Bem feito”

por Tainá Felix, produtora cultural e roteirista da Game e Arte

“Bem Feito” é um dos jogos indies brasileiros mais interessantes que joguei nos últimos anos. E eu já te digo o porquê!

Desenvolvido por @oiCabie, @nonamefornowso1, @Yukohhh_ e @Kazemyers, o jogo conduz a uma experiência que remonta aos clássicos jogos 2D de fazendinha. Repleto de tarefas cotidianas simples e divertidas, mas que guardam boas surpresas, e uma reflexão mais que filosófica sobre a maneira pela qual nos relacionamos com os jogos.

No jogo você é Reginaldo, um garoto que tem uma bela casa com horta, lago e um pomar. Todas as manhãs, você encontra um bilhete na geladeira com as tarefas do dia. Além de Reginaldo, você encontrará amigues com os quais estabelecerá relações bem curiosas, se assim posso dizer.

“Bem Feito” brinca com a quebra da quarta parede em dois momentos muito importantes: o primeiro deles é exatamente na página do jogo na plataforma itch.io, onde você se depara com uma narrativa intrigante na apresentação do jogo. Afinal, temos mesmo uma versão remake de um jogo da década de 90, lançado pela “JOGAROTO”, em um novo emulador de nome “GAROTRON”?

O segundo momento de quebra da quarta parede está no final do jogo (juro que não darei spoiler) quando você descobre por que as ações do jogo começam a ficar tão bizarras a partir de um determinado momento do gameplay.

“Bem Feito” entrega de fato uma experiência única aos seus jogadores e jogadoras. A narrativa é revelada e enfatizada pela jogabilidade, como preza a boa cartilha de roteiro para games. Divertido, assustador e filosófico!

Se você ama games independentes e apoia a cena nacional, venha conhecer esse que é um dos melhores jogos de 2020.

Página do jogo:

https://oicabie.itch.io/bemfeito –  PT-BR e inglês, disponível para Windows. Classificação indicativa de +18.

Siga a Tainá Felix nas redes: @tafelixbr

Experiência REBEL são lembranças, impressões e anedotas lúdicas de associados e amigos da Rede Brasileira de Estudos Lúdicos. 

Quem você gostaria de ouvir nesta seção? Comente aí com #xpREBEL!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *